news


May/17/2010

Carlos Buby no livro Minhas Canções de Paulo Cesar Pinheiro

Paulo Cesar Pinheiro Capa Livro O autor conta como conheceu o Templo Guaracy e seu babalorixá Carlos Buby. Menciona, com emoção, suas passagens na Mataganza. Primeiramente em uma gira de caboclos e depois em uma noite do “ Sarau Guaracyano”, onde se apresentou. Sobre o Buby ele menciona que "ele cuida de tudo com paixão e competência" e continua: "Nada disso eu conhecia e o que me fez gostar de tudo de cara foi uma frase sua, "Independente de qualquer religião, seja seu próprio mestre", E ele nem se espantou quando eu disse não ser religioso: "Você não é mas sua obra é."

As conversas, as emoções vividas e o símbolo da filosofia esculpido em uma pedra verde que recebeu de presente e cuja foto ilustra o capítulo, fizeram Paulo Cesar compor uma canção em homenagem ao Caboclo Guaracy, que foi lançada pela cantora e Iyalorixá Glória Bonfim.

Letra da Música: Caboclo Guaracy

Eu vi brilhar, eu vi
No meio da mata, eu vi
A pena de prata
Do Caboclo Guaracy

O seu arco é de ouro do sol
sua flecha é um raio de lua
Guardião da floresta
Real sentinela
Da mata que é sua
Ele é filho da dona do rio
E se benze com a erva que queima
Bebe a água da casca
Do pé de aroeira
E licor de Jurema

Kiô, kiô, kiô, kiô, que era
Seu Guaracy vigia a mata
Seu Guaracy domina a fera

View other news